segunda-feira, 4 de abril de 2011

Daniel - Não se envolva com práticas pecaminosas!

     Daniel, junto com seus amigos, Hananias, Misael e Azarias, estava entre os jovens israelitas que o rei Nabucodonosor levou para a Babilônia (Dn 1: 1-4). Daniel e seus amigos, a partir de agora, seriam grandes ferramentas de Deus no meio daquele povo. A pergunta é: Será que temos sido canal de bençãos por onde quer que passamos? Daniel é o nosso exemplo, de uma pessoa que foi grandemente usada por Deus.

Não tenha contato com as "finas iguarias" e o vinho do mundo

      Daniel quando chegou a Babilônia se recusou a comer das finas iguarias do rei e do seu vinho que eram consagrados a outros deuses (Dn. 1:4-21). A Bíblia diz no versículo oito do capítulo um que Daniel "FIRMEMENTE" resolveu não se contaminar com tais coisas. Não devemos pensar duas vezes ou tentar dar um "jeitinho", devemos recusar, passar longe, abominar tudo aquilo que nos é oferecido e não agrada a Deus. Por mais que nós mesmos, o nosso eu, nosso corpo queira, É PECADO e Deus não gosta, por isso temos que rejeitar!

Confie em Deus mesmo em um ambiente não cristão

     Daniel estava vivendo em um lugar onde não havia adoração a Deus, somente aos deuses daquele povo. Nabucodonosor teve um sonho que nenhum sábio, encantador ou feiticeiro conseguiu interpretar. Então Daniel  chegou diante do rei e pediu que lhe designasse o tempo e ele revelaria ao rei a interpretação do sonho. Daniel clamou a Deus que lhe revelou o sonho. Deus honrou a Daniel, que deu ao rei a interpretação do sonho e foi honrado também pelo rei, que o pôs como governador de toda a província da Babilônia (Dn 2).
     Não devemos temer por tudo ao nosso redor ser diferente da nossa Fé! Se Deus te colocou ali, peça a Ele pra usa-lo como uma referência. Peça a Ele que através da sua vida muitas pessoas possam se converter. Não sinta vergonha e nem medo, mostre pra todo mundo o Deus maravilhoso que você serve.

Observe o resultado e louve a Deus por tudo o que Ele fez através de VOCÊ!

     Em alguns versículos lemos que Nabucodonosor engrandece a Deus por causa das atitudes de Daniel e seus amigos (Dn 2:47 ; 3:28 e 29 ; 4:37). O rei reconheceu que as obras de Deus eram verdadeiras e O adorou por isso. Acredito que Daniel, Hananias, Misael e Azarias ficaram contentíssímos ao ouvirem o rei glorificar e reconhecer a Deus. E o principal era que esses jovens não buscavam nada para si mesmos, mas TUDO pra honra e glória de Deus!
     Querido, Deus quer te usar. Ele quer te fazer uma luz que dissemina as trevas. Ele quer te usar na vida de sua familia, amigos, na vida de quem você nunca imaginaria conhecer. Coloque sua vida nas mãos do Pai e seja uma ferramenta, uma canal de bençãos de Deus!

Deus abençõe!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Ester - Deus honra àqueles que O buscam.

     O rei da Pérsia, Assuero, disse aos jovens que lhe serviam que trouxessem moças virgens, de boa aparência e formosura para que ele fizesse de uma sua rainha. Ester era uma moça judia que não tinha mais pai e nem mãe, fora criada por um benjamita chamado Mordecai. Por sua grande beleza e formosura Ester foi escolhida por Assuero para ser rainha da Pérsia.
     Mal havia se tornado rainha e Ester já passaria por tribulações, revelando ser uma grande mulher. Hamã, um agagita, foi exaltado por Assuero acima de todos os príncipes e todos tinham que se prostrar diante dele, porém Mordecai não o fazia. Tal atitude do benjamita despertou ódio em Hamã e este, com o aval do rei, decretou a morte de todos os judeus que estavam na Pérsia. Ao saber destas coisas, Ester prometeu interceder pelo povo de Israel e pediu a Mordecai que juntasse o povo, jejuasse e orasse por ela.
     Quando oramos, quando o povo de Deus ora, as portas do inferno não se prevalecem sobre a Igreja. Essa é uma promessa de Deus para nós. Por isso, seja qual for a situação que você esteja passando (perseguições, crises, tribulações) ORE, convide as pessoas a orar com e por você,  MOVA OS CÉUS COM SUAS ORAÇÕES.
     Deus ouviu e atendeu a voz do povo e Ester alcançou favor diante do rei Assuero. Hamã foi condenado a forca pelo rei por tramar a morte dos judeus e estes foram autorizados a resistir.
     Pessoal, quando honramos o nome de Deus e o buscamos Ele também nos honra. O rei Assuero mandou ler um livro dos feitos memoráveis diante dele. Ele lembrou de que Mordecai havia descobrido uma conspiração contra o rei e que nenhuma honra lhe foi conferida (Ester 2: 21-23). Ordenou então o rei a Hamã que vestisse Mordecai com vestes reais, montasse-o no cavalo do rei, que ele usasse a coroa real e que na praça da cidade se dissesse: "Assim se faz ao homem a quem o rei deseja honrar" (Ester 6).
     Hamã pensava que era ele quem seria honrado pelo rei. Mas na verdade ele mesmo teve que honrar a Mordecai na frente de todo povo, apesar de desejar a sua morte. Mordecai foi íntegro diante de Deus, não se prostrou diante de ninguém e Deus o honrou.
     Deus não nos desampara em nenhum momento. Ester buscou ao Senhor e mesmo quando já era uma rainha não o abandonou. Ela foi sábia e Deus a honrou, honrou a Mordecai e também todo o povo de Israel.
     TENHA UM RELACIONAMENTO ÍNTIMO COM O SENHOR, CONFIE E DEPENDA D'ELE E SERÁ HONRADO PELO DEUS ALTÍSSIMO.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Davi - Jovem Segundo o Coração de Deus

Saul havia pecado contra Deus e Este o rejeitou. Deus então enviou Samuel a Jessé, o belemita e lhe diz que dentre os seus filhos Ele proveu um rei para Si. (Samuel 16) Depois de ser ungido por Samuel e ter recebido o Espírito do Senhor, que se retirou de Saul, Davi se tornou escudeiro de Saul, derrotou o gigante Golias, teve grande amizade com Jônatas, filho de Saul e se tornou rei de Israel. (Samue17 - II Samuel 5) Até aqui só citei bençãos da vida de Davi, mas será que foi por elas que Davi é chamado de JOVEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS? Não. Davi viveu grandes tribulações, pecou e por suas atitudes nessas situações foi chamado dessa maneira.


Davi poupa a vida de Saul.


Quando Davi derrotou o gigante Golias, teve grande fama em Isarel. As mulheres cantavam: "Saul feriu os seus milhares, porém Davi, os seus dez milhares." Por isso Saul teve grande indignação por Davi. Saul começou a persegui-lo com a intenção de matá-lo (I Samuel 18:17 ; 19:8-11) e Davi fogia de Saul (I Samuel 19:12 ; 21:10-15: 22:1-5). 


Nós quando somos perseguidos, rejeitados, humilhados por alguém, queremos vingança, fazer do mesmo jeito. Davi teve essa oportunidade. Por duas vezes podia matar Saul, porém Davi poupou a vida do rei Saul. (I Samuel 24 ; 26: 1-16). Davi dá outra grande prova de ser um grande homem. Ao saber da morte de Saul e Jônatas, a Bíblia diz que Davi chora e lamenta profundamente. ( II Samuel 1). Ninguém esperava essa atitude de Davi, mas ele assim agiu pois amava-os apesar de tudo que passou.


Davi comete adultério.


Quando não conhecemos a história de Davi, até chegar a este ponto nunca imaginamos que ele faria isto. Ficamos até um pouco decepcionados. Davi viu uma mulher chamada Bate-Seba, que era mui formosa. Ele mandou que a buscassem e se deitou com ela. Depois disso mandou Joabe por Urias, marido de Bate-Seba, na linha de frete do exercito pra que ele morresse. Davi então foi repreendito por Deus atravéns de Natã, profeta. Davi se humilhou reconhecendo seu pecado, pediu perdão a Deus e mesmo Deus o castigando com a morte do filho que Bate-Seba teve, Davi adorou ao Senhor. Davi casou-se com Bate-Seba e teve um filho chamado Salomão, o Senhor o amou e este seria um grande rei de Israel. (II Samuel 11 e 12) 


Podemos até ficar escandalizados com Davi. Mas eu prefiro admirar uma grande qualidade de Davi e que devemos ter conosco. Davi era uma pessoa que quando pecava se arrependia amargamente, se humilhava e pedia perdão a Deus. E Davi abandonava a prática daquele pecado.


Davi levanta censo em Israel.


O Povo é de Deus e não dos reis ou dos representantes da terra. Davi não quis apenas fazer um simples censo, mas queria saber com essa contagem, o número dos guerreiros de Israel como se fossem dele. Ele deixou de confiar na proteção de Deus para confiar na força do povo! Davi queria mostrar poder e grandeza. Porém mas uma vez Davi se arrependeu de seu pecado. A Bíblia em II Samuel 24:10 diz que Davi sentiu bater-lhe o coração e reconhecendo seu erro pediu perdão a Deus. O castigo foi escolhido por Davi e Deus derramou pestes sobre a terra de Israel e Davi pergunta a Deus porque o povo sofria se foi ele quem pecou e pediu que Deus pesasse a mão sobre ele e a casa de seu pai.


Não adianta tentarmos medir nossa força ou poder, ou pensarmos que temos alguma força ou poder. Somos totalmente dependentes de Deus. Sem Ele somos exatamente NADA! Davi aqui nos dá também uma lição de assumir nossos erros e pagarmos por ele. Davi não se agradou em ver os outros pagando pelos seus erros. Precisamos assumir as nossas falhas e não permitir que outros "paguem o pato".


Conclusão


Davi, depois de Jesus, se não for o mais, é um dos nomes citados na Bíblia. Em toda situação de sua vida Davi consultava ao Senhor pra fazer a vontade do Pai. Ele foi um Jovem Segundo o Coração de Deus pois era um servo que temia e tremia diante de d'Ele. Vimos isso nos exemplos acima quando ele poupa a vida de Saul, quando ele peca cometendo adultério, levanta o senso, mas reconhece o seu pecado, se arrepende, pede perdão a Deus e toma a atitude de mudar, de não cometer mais aquele pecado.


As vezes pensamos que Davi tinha que ter sido Santo para ser chamado dessa maneira. Mas podemos ver que Davi buscou isso. Que apesar de suas falhas, Davi não se entregava e seus erros o faziam crescer e o tornar um grande rei de Israel. Antes de morrer, Deus ainda cumpre a promessa que fez a Davi e Salomão, seu filho, é constituído rei em Israel.




Deus abençõe!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Samuel - Jovem Irrepreensível

I Samuel 1-16; 19: 18-24; 25:1; 28
Havia em Israel um casal, Elcana e Ana. Ana não podia ter filhos, mas seu marido a amava muito. Ela queria muito ter um filho, orava ao Senhor sempre e um dia fez um voto diante de Deus. Ana prometeu que se Deus a permitisse que engravidasse ela entregaria seu filho a Deus para sempre (I Samuel 1: 11).


Deus atendeu ao clamor de Ana, ela e seu marido coabitaram e ela concebeu a um filho, a quem chamou de Samuel, que quer dizer: "Do Senhor o pedi." Ana entregou Samuel para servir ao Senhor junto a Eli, sacerdote de Senhor, no Tabernáculo (I Samuel 1: 19-28). Deus foi fiel a Ana e lhe permitiu ter mais três filhos e duas filhas (I Samuel 2: 20-21).


Samuel, mesmo menino, cresceu ministrando perante o Senhor. Ele vivia em uma época de promiscuidade, corrupção e idolatria praticada por toda aquela nação, inclusive os sacerdotes filhos de Eli que eram filhos de Belial (I Samuel 2: 12-18).

Mas por que a vida de Samuel é um exemplo para nós nos dias de hoje?

1º) A Família de Samuel temia a Deus.
Samuel foi entregue a Deus antes mesmo de ser gerado no ventre de sua mãe. Ana confiava em Deus mesmo com tamanha dor e sofrimento de uma mulher estéril. Ter um filho e entregá-lo a Deus podia até parecer loucura pois ela não estaria com ele todos os dias, não cresceria com seu filho, mas ela desejava por um filho e sabia que só Deus podia operar esse milagre.
Hoje há tantas famílias destruídas. Mães e Pais que abandonam e matam seus filhos e filhos que maltratam e também matam seus pais. Vemos nossa família ser destruída e ficamos parados só observando. Temos que orar por nossos familiares, coloca-los diante de Deus e clamar por suas vidas. Temos que orar por nossas futuras famílias, pedir a Deus que nos capacite para sermos bons maridos, esposas, pais.


O resultado da entrega de Ana:
2º) Samuel era irrepreensível diante de Deus.
Samuel cresceu no Tabernáculo com Eli e seus filhos, Hofni e Finéis. Samuel via os filhos de Eli pecando contra Deus. A Bíblia fala no versículo 22 do capítulo dois que eles se deitavam com as mulheres que serviam à porta da congregação. Mas mesmo com tudo isso acontecendo ao seu redor Samuel permaneceu firme e no capítulo três ele aprende a ouvir a voz de Deus e assim o filho de Ana que foi entregue a Deus se tornaria um grande profeta em Israel.


Precisamos viver de acordo com os princípios e preceitos de Deus para nossa vida, honrar o Seu nome e nos fortalecermos em Sua palavra pra não pecar contra Ele. Como Samuel temos ao nosso redor tanta coisa "boa" que podemos fazer, mas que nos afasta de Deus, que entristece ao Pai. Não ceda aos desejos de sua carne, busque a cada dia mais aquilo que Deus quer pra Sua vida. Viva os princípios de Deus!


3º) Deus escolhe Samuel como Profeta em Israel.
Samuel honrou a Deus e também foi honrado por Ele. Deus pôs Samuel como Profeta em Israel e tudo o que Deus queria falar ao povo e o povo a Deus era por intermédio dele. Deus usou Samuel para ungir a Saul, o primeiro rei em Israel, para ungir Davi, um grande rei e o nosso próximo exemplo, para repreender as ações dos reis e do povo de Israel e também para abençoar aquele povo escolhido.


Deus não é um velho barbudo que está no céu querendo que façamos tudo certo apenas para Ele se agradar. Ele poderia fazer isso pois Ele é soberano, mas Deus também AMA, se ENTRISTECE, se ALEGRA. Temos que fazer as coisas com o propósito de agradar a Deus, de fazê-Lo sorrir e podemos ter a certeza que Ele também nos fará sorrir, nos dará uma felicidade imensa, um amor incondicional. Samuel poderia seguir os filhos de Eli nos seus delitos e pecados, mas escolheu por seguir a Deus, por se entregar ao Pai e confiar nos propósitos d'Ele pra sua vida.


Eu espero que Samuel, que é um grande exemplo pra minha vida, seja também um grande exemplo pra você. Que o seu desejo esteja nas coisas do Senhor, nos propósitos de Deus pra sua vida. Que você possa experimentar o amor incondicional que Deus tem pra te dar e a infinita alegria que estar com Deus proporciona. MESMO COM TRIBULAÇÕES, VOCÊ SERÁ A PESSOA MAIS FELIZ DO MUNDO.


Deus abençoe!

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

José - De escravo a governador do Egito


Gênesis 37-50

José foi rejeitado pelos seus familiares, vendido como escravo por seus irmãos (Gn. 37: 20 - 36), acusado e preso mesmo sendo inocente (Gn. 39: 7- 20). Mas quando foi vendido como escravo se tornou mordomo de Potifar (Gn. 39: 1-6) e tinha todas as coisas dele confiadas em suas mãos. Quando preso, o carcereiro confiou a José todos os presos que ali estavam (Gn. 39: 21-23). E tempos depois se tornou GOVERNADOR DO EGITO, onde só Faraó era maior que ele naquela terra (Gn. 41). Isso tudo porque Deus era com José e o fazia prosperar por onde passasse.

O que José fez quando foi rejeitado pelos seus e vendido como escravo por seus irmãos?

José não murmurou e nem se rebelou contra Deus. Continuou confiando e honrando a Deus com sua vida. Quando chegou à casa de Potifar este viu que Deus era com José e pos toda sua casa nas mãos do filho de Jacó.

Quantas vezes passamos por decepções, somos abandonados, rejeitados pelas pessoas e nos revoltamos contra Deus como se Ele tivesse nos abandonado. Por mais que TODOS a sua volta te abandonem, se você confiar em Deus, Ele será contigo. Ele te colocará no muito, te honrará, pois você tem honrado o nome d’Ele. Não confie no ser humano, confie em Deus pois Ele não falha.

Porque José foi preso?

A mulher de Potifar se agradou da formosura de José. Depois de várias tentativas frustradas, agarrou José pelas vestes e disse pra ele se deitar com ela. Novamente José se recusa a fazer tal coisa, sai correndo, deixando as vestes nas mãos da mulher. A mulher de Potifar então usa isso e diz que foi José quem queria se deitar com ela. José então é mandado pra prisão. E Deus onde estava?

Deus estava com José e sabia que José não havia feito nada. Então fez com que José achasse mercê perante o carcereiro e este colocou sob os cuidados de José todos os presos e confiou nele. Mais uma vez Deus honrou a fidelidade de José.

José recusou cometer adultério com aquela mulher. Por mais bela que ela fosse e por mais tentador que fosse, José diz que não faria isso com Potifar, pois estaria pecando contra Deus. Ele foi forte. Muitos diriam que ele é louco que recusar uma proposta dessa, que ele “perdeu a chance”. Mas José fez a melhor escolha, a de confiar em Deus, a de seguir os princípios que Deus tinha para sua vida.

Temos feito isso em nossas vidas? Temos buscado a Deus de todo o nosso coração, andando segundo os princípios que Ele tem para nossas vidas. Ou será que temos preferido andar segundo a “modinha”, segundo o que as pessoas ao nosso redor dizem ser o legal, o mais “massa”? Que Deus possa te honrar por você honra-Lo, preferindo seguir o que Ele tem pra sua vida, como fez José.

Como José se tornou governador do Egito?

José na cadeia interpretou o sonho de dois servos de Faraó que estavam presos. Após dois anos Deus manifestou em sonho a Faraó o que havia de fazer, porém nem Faraó nem os seus magos e sábios conseguiram interpretar este sonho. Um dos servos do rei que estava preso, mas fora restituído a seu cargo diz a Faraó que lembrava de José que interpretou o seu sonho na prisão. José então é chamado e interpreta os sonhos de Faraó. Depois de interpretado o sonho, José aconselha a Faraó o que fazer. Faraó então coloca José como GOVERNADOR DO EGITO, para administrar todo o Egito, pois haveria fome. E SOMENTE FARAÓ ERA MAIOR QUE JOSÉ NO EGITO.

Como havia fome por toda aquela terra, Jacó envia seus filhos ao Egito para comprar alimento. Quando eles chegam ao Egito e se prostram diante de José mas não o reconhece, enquanto José reconheceu-os. O que José fez?

José era governador do Egito, podia fazer o que bem entendesse. Naquele momento poderia aprisionar, matar, se vingar de seus irmãos. Porém José escolheu amar e acolher aqueles que o venderam a escravos anos atrás. José se revelou a seus irmãos e chorou muito, a Bíblia diz que José chorou muito mesmo, porque ele não tinha ódio em seu coração. José de maneira incrível, enxerga que Deus tinha um propósito em tudo isso o que aconteceu em sua vida. E perdoa a seus irmãos como se nada houvesse acontecido.

Guardamos tanta mágoa, rancor, ódio. Temos tanta dificuldade em dizer pra alguém: “Eu te perdôo”. Mesmo em situações banais nos recusamos a perdoar. José sabia que a intenção inicial de seus irmãos era matá-lo e mesmo assim deixou pra trás tudo isso. Que possamos amar as pessoas dessa maneira, de modo a acolhê-las mesmo quando erram com agente. Que possamos liberar perdão sempre que preciso for.

José foi um jovem que tantos milhões de anos atrás passou por situações parecidas com o que passamos hoje. Foi rejeitado, tentado, acusado. Tentaram derrubar José e afasta-lo de Deus de qualquer maneira. Mas em todas elas, José confiou em Deus, honrou ao Pai e esperou pra que Deus cumprisse o propósito d’Ele sobre a sua vida.

Por mais que o pecado te atraia, seja uma coisa agradável aos olhos. Por mais que ninguém ligue pra você, te ache um caso perdido. Por mais que todos te abandonem. Por mais que te acusem e te punam injustamente. Por mais que pareça que tudo está perdido, CONFIE em Deus. HONRE o nome de Deus. Seja FIEL aos princípios de Deus pra sua vida. E a única certeza que você terá é que DEUS NÃO TE DESAMPARA. Você verá que Deus vai TE HONRAR por você ter honrado o nome d’Ele e confiado n’Ele.

Deus passou José de escravo para governador de uma grande e poderosa nação, porque José foi fiel a Ele. Seja fiel no pouco, quando tudo parecer difícil, e Deus te colocará no mais alto lugar, será fiel e te ELEVARÁ.

Deus abençoe!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

7 Grandes jovens da Bíblia

Nós jovens recebemos diversos adjetivos, alguns bons, outros nem tanto. Passamos por muitas situações que nunca tínhamos enfrentado, a cada dia descobrimos coisas novas e o mais importante: FAZEMOS ESCOLHAS QUE VÃO DEFINIR MUITA COISA EM NOSSAS VIDAS.

Aliás, há tantas coisas se oferecendo para serem as nossas escolhas. Drogas, bebidas, sexo, dinheiro e fama são só alguns exemplos dessas "coisas" que nos querem presos a elas. Mas algum jovem faz escolhas diferentes dessas? A Bíblia fala sobre algum jovem que fez escolhas diferentes?

Existem sim, jovens que fazem escolhas diferentes. E a Bíblia nos dá exemplos grandes de jovens que venceram tentações, que enfrentaram guerras físicas e espirituais, jovens que foram na contramão do que seria o "caminho certo", que não se curvaram a deuses estranhos e mesmo com risco de morte glorificaram ao Deus Altíssimo.

Nesses dias postarei sobre a história da vida de JOSÉ, SAMUEL, DAVI, ESTER, DANIEL, JOÃO E TIMOTEO, jovens que honraram o nome de Deus através de suas vidas. Espero e oro pra que a história deles sirva de exemplo e encorajamento para nós e que Deus me capacite para extrair de cada um algo precioso para o nosso enriquecimento espiritual.

Deus abençoe a todos!

sábado, 9 de outubro de 2010

A cura de um cego de nascença

João 9: 1-12

Jesus estava caminhando e viu um homem que era cego de nascença. Seus discípulos perguntaram se ele era cego por causa dos pecados dele ou de seus pais, mas Jesus diz que não é por nenhum desses motivos, mas sim pra que nele se manifestasse as obras de Deus. Então Jesus vai até o cego e o cura.

Quero mostrar três momentos da vida deste homem cego, aplicando para nossas vidas.

1º) O Homem cego antes de conhecer a Jesus:

Este homem era cedo desde que nasceu, nunca tinha visto nada em sua vida. Vivia numa sensação de escuridão, perdido. Era mendigo, renegado pela sociedade.

Muitas vezes vivemos como este homem, impedidos de ver a glória de Deus. Também nos fazemos cegos para aquilo que Deus tem pra nós e pobres espitualmente, nos contentando com "esmolas" sendo que Jesus tem maravilhas para nós.

2º) O Homem cego quando encontra a Jesus:

Jesus vê a necessidade daquele homem que NUNCA havia enxergado.

No momento que encontramos a Cristo, precisamos revelar as nossas necessidades, reconhecer que precisamos de cura, que dependemos totalmente d'Ele! Quantas vezes temos deixado Jesus para ultimo caso, pensando que precisamos d'Ele somente quando estamos com problemas e sofrendo.

3º) O homem cego após o encontro com Jesus

Quando encontra com o cego, Jesus cospe na terra e faz lodo com a saliva, aplica nos olhos do cego e manda-o ir lavar o rosto no tanque de Siloé. Na mesma hora o cego obedece, vai ao tanque cego e volta enxergando.O homem cego obedeceu a Cristo e logo foi curado. Depois de ser curado o cego vai e dá testemunho a todos do que Cristo havia feito em sua vida.

Quando encontramos Jesus somos restaurados, renovados. Tudo em nossa vida é transformado e "ficamos como quem sonha". Nosso encontro com Jesus é um momento maravilhoso em nossas vidas e precisa se estender a cada dia da nossa vida num relacionamento de intimidade com Ele. Mas será que como aquele cego temos testificado todas as maravilhas que Jesus tem feito em nossas vidas? Temos mostrado a todo que Deus tem nos curado? Que Ele é maravilhoso, nos ama e nos quer bem perto d'Ele?

Deixe Cristo te curar e testemunhe as Suas obras como fez este homem que um dia foi cego e pode ver não só o que vemos, mas também viu o poder de Deus em sua vida!